Missão Discovery Abril 2010

Por Guilherme Farias em 20 de abril de 2010

Durante esses 15 dias de missão, vocês puderam acompanhar toda a jornada do Ônibus espacial Discovery por este blog, para quem não leu todos os posts ou para quem se interessou pelo assunto eu resolvi criar um artigo sobre a missão do Ônibus Espacial Discovery

Recomendo que você leia também
* Como os Ônibus Espaciais reentram na atmosfera
* Como funciona os Trajes Espaciais

Inicio da Missão
A nave Discovery decolou na manhã do dia 5 de abril, emitindo um raio de luz brilhante e um estrondoso ruído, o ônibus espacial foi lançado às 7h21 (horário de Brasília), fazendo tremer a região em volta do Centro Espacial Kennedy no sul da Flórida.
Discovery decolando rumo à ISS
Foi a primeira missão espacial com três tripulantes do sexo feminino e também marcou como a primeira vez no espaço com quatro mulheres em órbita.

Após dois dias, o Discovery acoplou no horário previsto, às 3h44 (horário de Brasília) no dia 7 de Abril, em regime manual

Desenvolvimento da Missão
O objetivo foi o mesmo das últimas viagens: ampliação e/ou manutenção da estação espacial internacional (ISS).

A ISS é habitada desde 2 de novembro de 2000. Está a uma velocidade de 28 mil quilômetros por hora, a estação orbita a Terra 16 vezes por dia a cerca de 400 km de altitude, monitorando 90% da superfície do planeta.

O complexo é fruto de uma parceria das agências espaciais de EUA, Rússia, União Europeia, Japão e Canadá. Quando estiver concluída a ISS vai pesar 363 toneladas. A tripulação completa é composta por 6 astronautas/cosmonautas, com a missão de conduzir experimentos científicos e preparar futura exploração da Lua e de Marte.

Adiamento
Durante a missão houve vários adiamentos por questões de segurança, no dia 10 de abril a Nasa determinou que missão fosse prolongada por mais um dia, para permitir a revisão do escudo térmico da nave.

Normalmente essa inspeção é feita pouco antes do acoplamento, mas a Nasa explicou que ela foi dificultada por problemas na antena do radar do ônibus espacial pouco depois do lançamento.
Como resultado do adiamento, o retorno do Discovery ficou previsto para o dia 19, às 9h54 de Brasília.

O exame do escudo térmico das naves é uma manobra habitual nas missões desses veículos desde a tragédia do Columbia em fevereiro de 2003, que se desintegrou ao retornar ao Centro Espacial Kennedy na Flórida após o que tinha sido até então uma bem-sucedida missão científica.

Caminhadas Espaciais
O objetivo principal das saídas ao exterior desta missão dos astronautas da Discovery foi substituir um depósito de amoníaco da plataforma orbital.

* Dois astronautas norte-americanos realizaram a primeira de três caminhadas espaciais no dia 9 de abril.
OS Astronautas Rick Mastracchio e Clayton Anderson, ambos veteranos dos voos no espaço, sairam para o vazio com o objectivo de substituir um reservatório de amoníaco acoplado ao exterior da ISS.

Este reservatório foi substituído por outro cheio, necessário para o correto funcionamento do sistema de refrigeração da estação espacial.
Durante a saída, os dois astronautas também recuperaram os resultados de uma experiência científica realizada no laboratório japonês acoplado à ISS.

* A Segunda Caminhada
No dia 11 de Abril os mesmos iniciaram a segunda das três caminhadas.
Os astronautas abandonaram a escotilha da câmara de descompressão às 3h30 (horário de Brasília) e terminaram o trabalho cerca de sete horas e meia depois, com o mesmo objetivo da primeira caminhada.

* A Terceira Caminhada
O terceiro e último dia de trabalho da missão da Discovery foi no dia 13 de Abril às 9h38 horário de Brasília,
Neste dia de trabalho fora da estação eles resolveram os problemas com o tanque de amônia.
Os canos de amônia e nitrogênio que deveria ter sido conectados na segunda caminhada espacial, mas dificuldades na fixação do tanque acabaram adiando a tarefa.
Controladores na Terra começaram a ativar o tanque, que é parte do sistema de refrigeração da ISS, A tarefa seguinte foi transferir o tanque velho, vazio, para o compartimento de carga do ônibus espacial Discovery.

A tarefa foi concluída após seis horas e 34 minutos de trabalho flutuando no entorno do complexo espacial que orbita a 385 quilômetros da Terra.

A Volta
O ônibus espacial Discovery, com sete astronautas a bordo, desprendeu-se da Estação Espacial Internacional no dia 17 de Abril

O Atronauta registrou os Ultimos momentos da Discovery, você pode conferir o post aqui.

Aterrizagem problematica
Após duas tentativas frustadas de pouso, a aterrissagem que estava programado para as 9h53 (horário de Brasília) do dia 19 de Abril, foi adiada para o dia seguinte, pois a neblina e a chuva afetam a região.

A missão de 13 dias do Discovery já tinha sida prorrogada em um dia para que os astronautas pudessem usar o sistema de comunicações da estação para transmitir resultados da inspeção de escudos de calor.
Apesar de o Discovery ter abastecimento suficiente para permanecer em órbita por até dois dias, a Nasa decidiu pelo pouso no dia seguinte.

Conclusão da Missão
E no dia seguinte, finalmente a Discovery pousou na terra!
As 10h08 (hora de Brasília) do dia 20 de Abril, no Centro Espacial Kennedy, sul da Flórida, após uma série de adiamentos por procedimentos de segurança e por causa do mau tempo.

E esse foi o 129º pouso de um ônibus espacial. Só haverá mais três. Depois disso, a frota será desativada.

O ônibus espacial voltou à Terra com sete astronautas depois de uma missão de 15 dias e quase 3 horas.

A missão STS-131 foi a de número 131 do programa de ônibus espaciais, a 38° da Discovery e a 33° rumo à ISS. A tripulação completou, ao todo, 238 órbitas ao redor do planeta, percorrendo mais de 10 milhões de quilômetros.

O Discovery passou 10 dias na estação espacial, um projeto de 100 bilhões de dólares de 16 nações a ser completado neste ano depois de mais de uma década de construção a 352 quilômetros da Terra.

O ônibus espacial entregou um sistema de esfriamento de amônio, experimentos científicos, uma quarta cama para dormir e uma câmara escura para observações da Terra e estudos astronômicos do laboratório Destiny

A Atlantis se despede em maio. A Endeavour, em julho. A última missão da frota será em setembro, da Discovery. Depois disso, a “ponte aérea” tripulada para a ISS vai depender das naves russas Soyuz.

Mais informações
Posts do Blog
* Discovery pousa com sucesso na Terra
* Neblina adia retorno do ônibus espacial Discovery
* Astronauta registra ultimos momentos da Discovery
* Discovery está voltando para a Terra
* Astronautas da Discovery concluem ultima caminhada espacial
* Astronautas da Discovery fazem segunda caminhada espacial
* Retorno da Discovery à terra é adiado em 24 horas
* Ônibus espacial Discovery chega à ISS
* Discovery decola rumo à ISS

Lançamento da Discovery

Pouso da Discovery

Comente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>