Netflix quer criar novos planos de assinaturas

Por Carlos Silvio em 23 de janeiro de 2014

netflix
O Netflix atingiu a marca de mais 40 milhões de usuários e agora está se preparando para reformular seu esquema de preços. Segundo uma carta aos acionistas e uma entrevista com o GigaOm, o serviço quer criar três níveis de preços a seus clientes.

Na carta, os executivos Reed Hastings e David Wells explicam:

“Em abril, introduzimos uma opção de 4 streamings simultâneos por US$ 11,99 para começar a nossa avaliação de novos planos. Desde o ano passado, também testamos variantes de 1 streaming e 3 streamings, bem como variações SD/HD, em vários níveis de preço. No futuro, esperamos oferecer aos novos membros três opções simples para caber em todos os gostos.”

As mudanças valeriam apenas para novos clientes, mantendo os planos já adquiridos e preços existentes. Também não haveria “nenhuma pressa” na implementação desses planos para novos clientes.

O principal mercado do Netflix é o norte-americano e as mudanças a que se referem na carta afetam primeiramente por lá. Porém essas alterações podem chegar rapidamente no Brasil, como é o caso do plano de 4 streamings simultâneos, que estrou no Brasil em meio, pouco depois de surgir nos EUA.

Ainda não há detalhes específicos sobre como funcionariam esses planos, mas Hastings fez questão de salientar que as mudanças não teriam relação nenhuma com conteúdo (pague mais por mais séries e filmes) e sim com outros aspectos como streamings simultâneos.

Com uma receita de US$ 1,2 bilhões e lucro líquido de US$ de 48 milhões no último trimestre de 2013, o Netflix conta com 44 milhões de usuários ao redor do mundo, mas se nega a revelar quantos assinam o serviço no Brasil.

Comente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>