“Destiny” já custo US$ 500 milhões e pode ser o game com maior investimento do mundo

Por Carlos Silvio em 08 de maio de 2014

Destiny-CA

“Destiny” é um game de tiro futurista que custou mais de US$ 500 milhões para a Activison, sua produtora. Os custos são do desenvolvimento e marketing do game, que a empresa quer transformar num novo “Halo”.

O valor foi divulgado pelo presidente da Activision, Bobby Kotick, em audiência com acionistas. “Se você está fazendo uma aposta de US$ 500 milhões você não pode fazer essa aposta com a franquia de outra pessoa. Nossas metas estão aumentando. O orçamento de ‘Destiny’ parece ser um dos mais altos da história dos videogames”.

O estúdio Bungie, que criou a série “Halo” para a plataforma de games da Microsoft, está trabalhando no lançamento, o que oferece mais qualidade e favorecer a aceitação do título, além de criar uma identificação entre os fãs do Master Chief. Em 2010, a Activision fechou um contrato de dez anos com a Bungie para criar uma nova franquia.

Com uma história de tiro em primeira pessoa, Destiny mistura elementos de ficção científica e fantasia ambientado num mundo on-line interativo onde é possível fundir as campanhas single player com as multiplayer;
Só comparando, “Grand Theft Auto V”, lançado em 2013, que custou US$ 280 milhões ao estúdio Rockstar. Em três dias nas lojas o jogo alcançou US$ 1 bilhão em vendas. Outro jogo com custo alto foi “Call of Duty: Modern Warfare 2″, de 2009, que custou US$ 200 milhões.

Segundo a Activison o investimento no game é a longo prazo, sendo “Destiny” uma franquia que irá ter jogos similares, com os próximos lançamentos custando menos para a empresa.

O game será lançado no dia 09 de setembro para Xbox One, Xbox 360, PlayStation 4 e PlayStation 3.

Curta o visual incrível do game no vídeo abaixo:

Comente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>