Água em câmera super-lenta

Por Guilherme Farias em 19 de dezembro de 2009

As fotografias de alta velocidade já nos tinham dado imagens incríveis: balões a explodir, projécteis a perfurar objectos, animais em movimento, etc., sem esquecer o famoso impacto de uma gota numa superfície de água ou outro líquido.
Ficámos surpreendidos com as formas estranhas e belas que se revelaram aos nossos olhos e, sobretudo, pela incapacidade da nossa visão em captar essas realidades ocultas. A tecnologia, através da fotografia, começou por abrir os horizontes do mundo visível. Actualmente, com o vídeo digital, a câmera super-lenta ampliou aqueles horizontes até limites impensáveis. Ficamos assim a saber que o comportamento da água se assemelha a um bailado…

A mais de 2000 frames por segundo podemos ver que uma gota de água se comporta como um bola de borracha quando cai sobre uma superfície do mesmo líquido. Podemos ver também como se forma uma coroa ou o efeito que provoca o impacto de uma massa de água ascendente com outra descendente. Eis alguns vídeos com filmagens desses movimentos ultra-rápidos que a câmera super-lenta revela aos nossos olhos.

 

Jogo de Futebol Fail

Por Guilherme Farias em 08 de dezembro de 2009

Após o apito final que decretou o rebaixamento do Coritiba para a Série B, com o empate em 1 a 1 com o Fluminense, a torcida transformou o Couto Pereira em uma praça de guerra.

O jogo foi nessa semana (Domingo,6), e Foi uma cena vergonhosa, mas tem umas cenas que realmente foram perolas, uma delas foi o cara botando a “arma” pra fora

Torcedores e policiais entraram em confronto e várias pessoas ficaram feridas. Foi preciso chamar reforço do helicóptero da Polícia Rodoviária Federal para socorrer os feridos em estado mais grave.
Assim que o jogo acabou, o árbitro Leandro Vuaden precisou deixar o gramado correndo e sob proteção policial. Ainda assim foi agredido, mas não teve ferimentos.
Os casos mais graves foram socorridos no próprio campo e foi preciso que um helicóptero fosse acionado para dar atendimento a um torcedor que invadiu o gramado e foi agredido pelos seguranças.
O time do Fluminense também não escapou das confusões. Já no começo das comemorações pela permanência na Série A, o lateral Rui se envolveu em uma briga com funcionários do Coritiba, logo na sequência, com a invasão do campo, o time foi acuado próximo à sua torcida.
Os jogadores só deixaram o campo com escolta policial e sob muitas cadeiras.
A Polícia Militar e os seguranças contratados, não conseguiram conter os torcedores. Com pouco efetivo, a PM revidava as agressões dos torcedores com cadeiradas que eram arremessadas das arquibancadas.
Seguranças com pedaços de ferro também tentavam conter a fúrias da torcida, mas causaram mais revolta.
Ainda não há levantamento oficial do número de feridos. Mas a violência atingiu a cidade toda. E foram constado vários focos de brigas, vandalismo em diferentes bairros.

Página 50 de 50« Primeira...102030...4647484950